quarta-feira, março 31, 2010

Mais uma noite....

.... menos uma viagem. Começo a ouvir os vizinhos a ir pro trabalho e eu ainda ando a deambular pela casa como um fantasma. Qd toda a gente sai de casa pra ir trabalhar começo eu a pensar em ir pra cama dormir umas horitas. De toda as vezes q isto acontece, penso sempre no mesmo, o q pra mim foi mais uma dolorosa noite sem saber o q fazer, ou seja ate rendeu, pra todas as outras pessoas foi apenas mais uma noite de descanso ou quiça de amor. Tb me passa sempre pela cabeça q dormir é um desperdicio de tempo, mas q inevitavelmente hei-de desperdiçar algum tempo a cada 24 horas. Dizem q os velhos dormem pouco pq ja nao conseguem dormir como qd eram jovens, talvez, mas embora eu me sinta velho acho q o problema nao é por ai.
Eu sei q o problema é nao me cansar a trabalhar, a practicar desporto, a limpar a casa e etc,etc etc.
Na verdade o q me cansa e preocupa é o facto de este ano chegar os terriveis 30. Ha qq coisa de errado nisto e nao sei bem explicar o q. Se por um lado nao sinta q tenho quase 30 anos (tirando a parte fisica, claro) por outro sei q a partir desse marco toda a gente vai começar a ser mais exigente comigo. Esta parte so me preocupa, pq se eu nao sou exigente comigo proprio, por favor ninguem queira ser por mim e pra comigo. Tal qual uma panela pressao, acho q vou precisar de uma valvula pra aliviar o vapor antes q rebente.
O ano passado meti na cabeça q ia ser um ano do caraças, nunca me tinha acontecido tal coisa, pois por norma sou pessimista. Resultado, foi um ano de merda. Sem grandes especificaçoes, tudo me aconteceu. Ok, pronto, tudo o q podia correr mal, correu mal. E foram bastantes coisas.
No inicio deste ano, pensei outra vez, este é q é, 2010, um numero redondinho, nem sei pq 2009 havia de ser uma ano fixe, numero mais estupido. Resultado, hoje é o ultimo dia de março e ja tenho razoes pra achar q vou ter mais um ano de merda cheio de complicaçoes. Alias, ja as tive, ainda tenho e sei q ainda vao aparecer mais. Eu disse q nao era um gajo optimista.
Bem, nem tudo é mau. Afinal de contas temos sempre os amigos q andam pra frente e assim sempre dao umas alegrias ao pessoal. Uns compram casas, outros arranjam bons empregos enquanto outros chegam a arriscar logo no mundo empresarial, alguem engravida (melhor ainda qd sao dois bons amigos os responsaveis por uma so gravidez :) ) ha sempre aquele q vai pro estrangeiro, o q arranja um cao ou um gato, os loucos q se casam, os do facebook(nem todos sao amigos) e mais uma porrada deles q fazem mais um milhao de tantas outras coisas q me deixam sempre a pensar.....e eu???
Sera q algum dia alguem vai poder dizer em conversa, "o kamejo, pá, o primeiro gajo a pisar o solo de marte!!!", provavelmente nao, mas ao menos aposto q toda a gente diz "o kamejo, pá. aquele gajo q escreve o nome com K!!!", enquanto tiver amigos q digam isso e q façam tudo o q escrevi no paragrafo acima, ta tudo bem. Senao, é mt dificil lidar com esta "especie" de vida adulta. Nao consigo controlar nada na minha vida. Mas isso é coisa q ja me habituei. Afinal sao 29 anos "Out Of Control"

No fundo acho q nao fui feito pra ser adulto. Sou uma especie de Peter Pan q vai envelhecendo, perde todos os poderes e torna-se um inadaptado.

Boa Pascoa :)

3 comentários:

M. disse...

Eu tinha muita, muita coisa para dizer sobre isto, porra. E prometo que hei-de escrever tudo o que me ocorreu a ler.

Mas só queria dizer que nós nos lembramos de ti por razões muito melhores que essa.

mp disse...

...já havia tempo que não vinha aqui ver como isto andava...e dou com isto! Para quem raramente escreve no blog, este post está um abuso. Gostaria de aqui deixar apenas umas breves palavras sobre umas parvoices, que surgem no texto nomeadamente quando começas a descrever o que os outros pensam sobre ti.
Ao contrário da M. , da J'one, do Ceia, do Cosmonauta e de todos os outros Portalegreiros eu só te conheci no meu longinquo terceiro ano de faculdade e desde lá ainda só passaram 6/7anos por isso pode dizer-se que te conheço faz pouquinho tempo,mas apesar disso devo já confessar que quando me lembro de ti não é por causa do K!

Sem entrar em grandes detalhes e lamechices gostaria apenas de deixar patente o seguinte.

Tenho um curtissima lista de pessoas que fazem com que a minha vida valha a pena, porque me fazem acreditar que a humanidade não é um sitio podre da qual tenho vergonha de fazer parte. Tu fazes parte dessa lista de 5 pessoas.

PS: lá por não dar sinais de vida não quer dizer que me esqueça dos amigos.

Joana Real disse...

Adorei o post e adorei o comentário.

Fodasse que agora fizeram-me chorar.