quinta-feira, abril 07, 2005

VACAS (não, não são as que estão a pensar)

Image hosted by Photobucket.com
numa das minhas repetitivas viagens entre évora e portalegre, dei comigo a olhar, pra esse belo bicho que é a carne alentejana. já com a boca a salivar lembrei-me, as vacas são como os ciganos, NÓMADAS.
(se bem que já não há muitos ciganos assim, agora já não são ranhosos, mal vestidos ou despidos, agora são ricos merdosos)

voltando as vacas, a questão aqui posta é :
se as vacas são nómadas, porque é que nós impedimos essa maneira de ser do bicho?
claro que a resposta é simples:
inventamos a cerca pra vacas não seguirem esse modo de vida.(não queremos cá mais ciganada)
mas esta não é apenas uma explicação simples, no contexto histórico-cultural este assunto tem muito que se lhe diga, claro que mais tarde irei explicar isso com os devidos pormenores, pois assim se exige.
não é que me preocupe muito, mas deviamos fazer qualquer coisa contra isto. uma boa solução era fazer como na india e deslargalas por ai fora. deste modo não teriamos de comprar carne no talho, se alguma delas se atrevesse a passar em frente da nossa casa zás, levava logo a facada.
só existe um problema, as bostas, mas disso nem vou falar, pois é conversa de merda.
nota: as vacas da foto não correspondem ao belo espécime alentejano em causa neste post, mas tb marchavam. não encontrei carne alentejana, por isso peço desculpa.

3 comentários:

cosmonauta disse...

Nunca pensei ouvir este gajo a escrever num BLOG qualquer coisa como: "contexto histórico-cultural". Por momentos duvidei da informação que os meus olhos davam ao meu cerebro.
Já agora, Giovanni Paolo, o que queres tu dizer com: "não são as (vacas?) que estão a pensar"? Hein!?

Çapo disse...

se nunca as viste é pq sais pouco a noite.

Super Nita disse...

Ou porque não conhece o Emanuel :)